• Laura Stoppa

O verão é para todos os corpos!



Com esses dias quentes queimando nossas peles, achei que era o momento de fazer um manifesto por aqui.


A estação mais quente do ano é também aquela que mais evoca a sexualidade. Entretanto, é comum perceber que apenas determinados corpos são “autorizados” ou aceitos - como belos, como sensuais, como dignos de prazer. É como se os corpos chamados “fora do padrão” não tivessem sexualidade.

Mas é claro que isso é uma maluquice.


TODOS os corpos são veículos de prazer em potencial e TODOS eles têm direito a viver uma sexualidade saudável e prazerosa.

A quem serve a insatisfação? Ora, há tempos as pessoas insatisfeitas com os próprios corpos e imagens movimentam mercados milionários que prometem soluções milagrosas e padronização. Quem se ama e se aceita precisa de menos e compra menos - e isso é ruim para a economia, né? Uma frase atribuída à socióloga especializada em estudos femininos Gail Dines diz o seguinte: "se amanhã todas mulheres acordassem amando seus corpos, pense quantas industrias iriam falir". Podemos estender essa fala para todas as pessoas insatisfeitas com seus corpos, ainda que as pressões sejam extremamente mais explícitas e perversas para as mulheres.


Isso tudo se relaciona diretamente com a sexualidade. Aqueles que compram o discurso de que "meu corpo não é adequado" levam no pacote diversas outras crenças como "não sou uma pessoa digna de receber amor" ou "meu prazer não importa". Os padrões de beleza também são uma forma de limitar e reprimir a sexualidade de certos grupos. E a repressão da sexualidade, novamente, tem a ver com poder e com as tentativas de subjugar as pessoas que fogem dos padrões e os questionam.


A beleza é muito mais plural do que um molde. Inclusive, não há moldes: ninguém é igual a ninguém, nem gêmeos. Por isso é uma loucura pensar que aderimos, enquanto sociedade, a esse delírio coletivo de achar que todo mundo precisa querer ter certa cor de cabelo, certo tamanho de peito e certo formato de bunda. Por isso, questione. A autoaceitação e o autoconhecimento são os primeiros degraus nessa busca pela reconexão com a própria sexualidade.


Seu corpo JÁ É o corpo do verão e o único produto “de beleza” que você realmente precisa nessa estação é de um bom protetor solar.


Não deixe de aproveitar nada - seus amigos, a piscina, o mar, as férias - por causa de alguma regra que alguém inventou para deixar as pessoas se sentindo mal. Liberte seu corpo e vá curtir o sol ☀️