• Laura Stoppa

O que te atrai? Conheça os tipos de atração

Preparei um glossário rápido, simples e objetivo sobre os tipos de atração mais comuns que podemos experimentar ao longo da vida. Vamos lá:

ESTÉTICA

Começando pela mais superficial, no sentido mais simples da palavra mesmo - sem julgamentos! A atração estética é aquela possível de sentir tanto por pessoas quanto por animais, objetos, etc. É a atração pelo que consideramos belo, que por sua vez está relacionado ao que aprendemos a achar belo. Quando direcionada a uma pessoa, não significa que venha acompanhada de outros tipos de atração, ou seja: é possível ver beleza em alguém sem necessariamente querer qualquer outro tipo de conexão com aquela pessoa - nem mesmo de contato físico.


FÍSICA

Desejo de estar perto de alguém fisicamente sem necessariamente ter intenções românticas ou sexuais com a pessoa. Muitas vezes estar no mesmo ambiente já supre essa necessidade da atração.


EMOCIONAL

Qualquer relacionamento próximo entre seres humanos possui algum nível de envolvimento emocional. Quando essa atração vem sozinha, o relacionamento limita-se a uma amizade. Quando vem acompanhada das atrações romântica, sensual ou sexual, os relacionamentos podem ter outros formatos.


ROMÂNTICA

Acredito que a mais complicada de definir, porque o que é considerado romântico por alguém pode não ser para outra pessoa. A mágica da atração aqui acontece quando uma pessoa encontra outra pessoa que se “encaixa” em sua definição de romance. Então, se para você uma atitude romântica é receber um convite para um festival de reggae, por exemplo, provavelmente você vai experimentar atração romântica por essa pessoa que lhe convidou. Claro que, nessa situação hipotética, têm vários outros fatores inclusos no convite, como a percepção de uma intenção de fazer com que esse evento seja um momento romântico para vocês. Difícil explicar romance, né? Basicamente qualquer definição cabe aqui, desde que os envolvidos a considerem romântica.


INTELECTUAL

A atração intelectual demanda um maior conhecimento da pessoa, pois necessita de algum nível interação para ser compreendida e validada. É quando ocorre o “match” entre maneiras de pensar ou quando você admira os conhecimentos de alguém. Existem pessoas “sapiosexuais”, que consideram a inteligência como o principal fator de atração. A maioria das pessoas, no entanto, pode valorizar mais ou menos a inteligência dos outros e não serem sapiosexuais, pois o intelecto é um dos componentes para a atração ocorrer, mas não o único nem o principal. Vale ressaltar aqui também que temos diversos tipos de inteligências e, portanto, pessoas mais musicais podem despertar mais atração em você do que aquelas com conhecimento lógico-matemático, por exemplo. Tem para todos os gostos, o importante é perceber que essa atração ocorre quando outra pessoa desperta em você essa admiração pela mente dela.


SENSUAL

É comum que aqui apareça um desejo de relacionar-se fisicamente, porém sem a necessidade de interações sexuais. A atração sensual diz mais respeito ao toque e pode estar presente em uma relação de amizade e ser suprida em um abraço, por exemplo. Pressupõe uma atração física pelo desejo de proximidade, porém também compreende uma necessidade de contato e pode ainda estar relacionada a um envolvimento emocional.


SEXUAL

A atração sexual está ligada ao desejo de ter relações sexuais com outra pessoa e pode ser dividida em primária e secundária:


  • Primária: sentida a partir de informações disponíveis apenas pela observação do outro, ou seja: fatores físicos, estéticos, odores, etc. que podem levar à excitação sexual. Requer pouco tempo para ser reconhecida e sentida pelo cérebro.

  • Secundária: leva mais tempo para ser processada e surge a partir de uma atração emocional com o outro, que por sua vez desenvolve-se para uma conexão maior e, possivelmente, um relacionamento. Engloba personalidades compatíveis, vontades e experiências compartilhadas.


Um adendo importante: as pessoas assexuais, por definição, são as que não sentem esse tipo de atração. E sim, claro, podem experimentar as outras atrações e também podem realizar atividades sexuais mesmo sem sentirem atração sexual. Vamos falar mais sobre o assunto no futuro, que pede muitos textos e vídeos específicos, só achei relevante ressaltar isso aqui.

-


Por que é importante sabermos disso tudo? Porque as atrações são uma base para começarmos a compreender questões como orientações sexuais, românticas e arranjos afetivos. Além disso, os termos estudados possibilitam que um maior número de pessoas seja contemplado em suas identidades, pois a ideia é agregar e não excluir ninguém. Se por um lado temos a discussão de que catalogar desejos é sempre polêmico, complexo e, para muitos, uma ação inútil, por outro lado é preciso considerar que rótulos sempre fizeram parte da sociedade e que são importantes em contextos como o de estudos acadêmicos. E dar nome para algo é uma maneira de tirar sua invisibilidade.


E você, o que pensa sobre tudo isso? Achou que faltou alguma atração?

Me conta mandando um e-mail para laura@transemos.com.

  • YouTube - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • SoundCloud - Black Circle

Todos os direitos reservados © 2018.